quarta-feira, 4 de março de 2015

O Caderno do Avô Heinrich

O Caderno do Avô Heinrich
Conceição Dinis Tomé
Editora Presença (2013)

Num tempo conturbado, em que as nações, aparentemente, se unem pela liberdade de expressão, importa lembrar, aludir à memória. As guerras constantemente vividas, ódios inexplicados, relações impossíveis determinadas pela diferença, permanentemente atuais, razão na qual reside também a atualidade deste livro. 
Nele, o narrador coloca os personagens principais num cenário humano amotinado por situações dramáticas que nos transportam à Polónia, durante o período de domínio de Adolf Hitler. Um cenário de uma guerra, mais concretamente o início da segunda guerra mundial, mas que, pode ser qualquer guerra...
Relato de amizades possíveis na diferença (neste caso, entre um alemão e um judeu), amizades não permitidas pela intolerância de regimes que a civilização humana revela no seu pior estado. Conto escrito por Conceição Dinis Tomé, bibliotecária, no qual através de uma ode aos livros e à palavra, expressa os afectos verdadeiros e essenciais do ser humano como solidariedade e amizade, a capacidade de apreciar a beleza em coisas simples, mesmo quando parece que a vida se aproxima do seu término. Memórias de um tempo de preconceitos e barbáries que é preciso lembrar, dolorosamente, sempre, atual.
Livro vencedor do Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2012, na qualidade de literatura juvenil, atribuído pela Câmara Municipal de Almada.  Recomenda-se, por todos os motivos, a sua leitura em qualquer idade. 



Elvira Cristina Silva

in: Sugestão de leitura Newsletter nº 80  pág. 11(janeiro 2015 - 2.ª quinzena) Pró Inclusão 

Sem comentários:

Publicar um comentário