quinta-feira, 8 de junho de 2017

O MUNDO DE ARTURO



O MUNDO DE ARTURO
Roberto Parmeggaini (Texto)
João Vaz de Carvalho (Ilustrações)
Editora Nós (2016) -Brasil






O mundo de Arturo é um livro que nos transporta para o universo das dificuldades de uma criança, apresentando no título o personagem principal.
A paleta de João Vaz de Carvalho de tons pastel, anuncia na capa o perfil do rosto de um menino que segura um livro. Quando o abrimos, as guardas remetem-nos para a camisola do personagem, como que impregnados, nós os leitores pela sua indumentária, consequentemente nos colocamos na pele do personagem.
Com texto de Roberto Parmeggiani, pedagogo, que conhece de perto a realidade de crianças com necessidades especiais, retrata com justeza alguns dos sentimentos vividos.
Arturo é um menino que não sabia ler e que por isso vivia amedrontado com as suas dificuldades. Gozado pelos seus colegas e entregue à sua condição de "perdedor" sentia-se incompetente perante as indicações repetidas da professora. O sentimento de perda de confiança é permanentemente revelado, quer no texto implícito da narrativa, como nas ilustrações enigmáticas que oscilam entre a dúvida e a ingenuidade infantil.
E como na vida, assim se espera, há sempre alguém que faz a diferença e que nos faz acreditar. Neste caso, o Arturo possui um tio que acredita que o sobrinho, à semelhança de um tal D. Quixote, que é visto para uns como um incompetente, pode ser um cavaleiro corajoso, livre e capaz de perseguir os seus sonhos.
Arturo, que se perde entre as letras que dançam na sua cabeça, é aos olhos do tio um poeta, um inventor de neologismos, capaz de inventar o seu próprio caminho se desejar acreditar nos seus sonhos. Um “desejador” como acaba por o denominar.
Um poeta, que deseja entre outras coisas, imagine-se, escrever um livro. O livro da sua vida, talvez. E tanto nos faz acreditar nessa premissa que ao terminarmos a narrativa, e de livro aberto, a capa e a contra capa revelam-nos a cara inteira de Arturo que segura nas mãos o livro onde na lombada se lê: O mundo de Arturo.
Uma narrativa com toda a circularidade da vida, por vezes difícil de enfrentar, mas se equipados de lanças coloridas e sacos de sonhos, poderá ser mais interessante e profundamente encantadora, de onde saem as narrativas que nos fazem acreditar que a inclusão é possível, com respeito pelo ritmo individual, e o enfoque na importância do amor incondicional quando se acredita nas potencialidades de cada criança como que nos cruzamos.

Elvira Cristina Silva


Nota: Livro de edição brasileira que pode ser comprado em:  





Sem comentários:

Publicar um comentário